nunhems-logo.png
25 de janeiro de 2022
Brasil
Notícias e Eventos

Sistema produtivo do tomate na América do Sul é referência de sustentabilidade na prática

Vamos começar esse material com uma pergunta simples:

- Quantas das comidas que você adora ficariam sem graça se o tomate não existisse? 

Existe uma infinidade de receitas para o uso deste fruto, um dos mais consumidos no mundo, que pode estar do prato do café da manhã ao jantar, na base de bebidas, em doces, enfim, em muitos preparos com possibilidades mil, por conta da sua textura suave e sabor marcante.

Sua origem remete aos Andes, onde estão localizados o Peru, Bolívia e Equador. O fruto chegou à Europa pelas mãos dos espanhóis, no século 16, mas o consumo ganhou força apenas no século 19, pelos italianos. A partir de então, ganhou o mundo.

Após sua grande expansão cultivável, hoje, os principais produtores do fruto são China, Índia e Estados Unidos. O Brasil fica na 9ª posição, segundo o último relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), de 2018.  Os maiores importadores são Estados Unidos, Alemanha e Rússia. 

Grande parte do que é cultivado aqui abastece o mercado interno, movimentando cerca de R$ 12 bilhões por ano, e dando ao Brasil o 4º lugar das vendas globais do fruto. Dado esse do Euromonitor. 

O tomate é produzido em 48,7 mil propriedades rurais, em quatro mil cidades, somando uma área de 39 mil hectares, segundo levantamento da Associação Brasileira de Comércio de Sementes e Mudas do Brasil (Abcsem). 

E você sabe como é feita a produção do tomate? Atualmente, são nove os segmentos das variedades cultivadas no Brasil, sendo consumidas in natura os tipos cereja, salada, santa cruz e italiano. As demais, consideradas de uso industrial, se transformam em molhos de tomate, ketchups, polpas e alimentos processados.  

E a BASF continua contribuindo para uma produção ainda mais sustentável do tomate...

No Brasil, os tomates são cultivados em diversas regiões. Para que agricultores tenham frutos saudáveis, maior produtividade e rentabilidade, é recomendado sementes e técnicas adequadas a cada tipo de clima e solo. 

A Nunhems®, marca de sementes de frutas e hortaliças da BASF, está presente em mais de 40 países abrangendo 24 cultivos e aproximadamente 2.600 variedades. No setor tomateiro, a marca oferece diversas opções para serem cultivadas durante todo o ano, incluindo o híbrido ENPOWER, tecnologia de enxertia que está disponível também na Argentina, Chile, Equador e Colômbia na América do Sul, mas também em outras regiões como América do Norte, Europa, Ásia e Oriente Médio.

Você sabe como funciona a enxertia?

capa-video.png

A tecnologia de porta-enxerto possui objetivo gerar uma nova planta a partir da união do tecido de duas plantas distintas, pelo caule, e explorar os traços favoráveis de cada uma. Essa junção pode gerar até 30% de aumento na produtividade e também maior porcentagem de frutos de melhor classificação, contribuindo para a rentabilidade do agricultor.  

Além disso, podemos destacar outros benefícios como: 

Frutos com mais qualidade 

Frutos com mais brilho e duração na prateleira para satisfação de toda cadeia consumidora 

Plantas mais resistentes 

Mais segurança para o produtor, com plantas mais resistentes a doenças e variações climáticas.  

Desenvolvimento sustentável 

Permite ao agricultor o uso mais racional de Fertilizantes e Água. Resultando em menor impacto ambiental 

Reutilização de área 

Conhecer seu terreno, economizar com arrendamento, menos preocupação com licenças e mudança de estrutura, tudo isso a Enxertia garante para você. 

Mais Rusticidade 

A Força da Enxertia permite a planta lidar melhor com os desafios, em condições extremas de ordem física, como altas temperaturas, secas, solos com baixa fertilidade ou alta salinidade, ou de ordem biológica, como pragas e fungos 

Ademais, há o controle efetivo de doenças e pragas do solo como Fusarium 3, Verticillium, e nematoides. 

ENPOWER, segurança e produtividade para sua lavoura 

Conheça mais sobre o híbrido da Nunhems® e entenda os benefícios da tecnologia da enxertia para o cultivo.

Como funciona a enxertia? 

  • A técnica permite que duas plantas sejam unidas pelo cause. 
  • Sendo uma conhecida como “CAVALEIRO” parte que dará os frutos. 
  • E a outra como “CAVALO”, parte que fica em contato com o solo. 
  • Ambas são unidas com a ajuda de clipes. 

Benefícios ENPOWER, porta-enxerto para tomate

  • Frutos maiores e mais pesados 
  • Preservação do solo
  • Frutos brilhantes e firmes 
  • Menor consumo de recurso naturais e químicos 
  • Alta durabilidade nas gondolas e prateleiras  
  • Maior produtividade 
  • Maior segurança contra pragas e variações climáticas 
  • Reutilização da área plantada 

Além do ENPOWER, que tem foco no vigor, ainda há uma segunda opção de porta-enxerto, o NUN 00021, foco total em resistência. Abaixo seus diferenciais:  

  • Resistências: alto nível de resistência à Ralstonia, Nematoide, Pyrenochaeta, TOMV, Verticillium e Fusarium 1, 2 e 3. 
  • Excelente vigor vegetativo.
  • Ótima germinação e vigor. 
  • Permite reaproveitamento de áreas. 
  • Recomendado para cultivo protegido e campo aberto. 

A enxertia é utilizada em diversos cultivos e para a tomaticultura, e a Nunhems® foi a pioneira ao levar a técnica para o campo aberto. 

Com a palavra, o produtor: 

“Uma das maiores contribuições da Nunhems® para o meu negócio foi o porta-enxerto aplicado para o campo aberto, pois ele possibilitou que eu continuasse plantando o tomate Pizzadoro com excelentes resultados produtivos. Outro ponto a destacar é a assessoria prestada pela equipe, sempre atenciosa. Em uma década de trabalho pude desenvolver com a Nunhems® uma relação de credibilidade e confiança.”

Geraldo Gobbi, produtor de tomate  

Variedades oferecidas pela BASF ao setor na América do Sul 

Tinto 

O fruto é um híbrido do tipo saladete com crescimento determinado para mercado fresco, com elevado potencial produtivo. Gera frutos graúdos, inclusive ao longo das colheitas, firmes e de coloração intensa. Além disso, possui excelente nível de resistência a doenças, inclusive geminivírus (TYLCV), vira-cabeça e Fusarium 3.

Saiba mais sobre a variedade acessando o site

Saladoro

O tomate do tipo saladete proporciona que o produtor colha com maior precocidade, sem perder produtividade e rentabilidade. Com coloração de vermelho intenso e formato alongado, tem excelente adaptação ao calor e possui a mais ampla resistência a doenças, como nematoide, verticilium, vira-cabeça, geminivírus e Fusarium 1, 2, 3.

Saiba mais sobre a variedade acessando o site.

Pizzadoro

A variedade é híbrida do tipo saladete indeterminado de coloração vermelha intensa e tamanho alongado, com plantas de boa cobertura foliar, se adapta as principais regiões produtoras. É líder no segmento e sinônimo de categoria, destaca-se pela precocidade e a alta produtividade, que garantem que ele seja o preferido dos mercadistas. Conta com resistências a vírus mosaico do fumo, murcha de verticílio raça 1, murcha de fusário raças 0,1, nematoide e pinta cacteriana. 

Saiba mais sobre a variedade acessando o site.

Helicaz 

O tomate é do tipo híbrido, graúdo, firme e pesado, e possui ótimo pacote de resistência: Fusarium 3, vira-cabeça, geminivírus e nematoide, além de alta tolerância ao cracking. Lançamento no Brasil, tem alto potencial produtivo e já está em uso em países como Costa Rica e México.

Saiba mais sobre a variedade acessando o site.

Sperare 

Genética 100% brasileira, resistente ao vira-cabeça, geminivírus e nematoides. Possui maior produtividade e ótima pós-colheita. Tem boa tolerância à chuva e pinta bacteriana. Seus frutos são pesados e com excelente coloração. Excelente tempo de prateleira. 

Sustentabilidade com Nunhems®

Faz parte do DNA Nunhems® a sustentabilidade em toda a cadeia de trabalho, desde a escolha de fornecedores éticos, a produção de sementes com otimização dos recursos naturais e entrega segura de soluções para nossos clientes. 

Todos estes processos garantem a integridade dos colaboradores e agricultores, além de rentabilidade sustentável.   

Entenda o Jeito E da BASF

A Nunhems® e a BASF acreditam que é possível produzir E preservar, ter rentabilidade E contribuir para alimentação da população com responsabilidade social, econômica e ambiental. O Jeito E da companhia conecta o Legado do produtor aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU):

ODS 2: Fome zero e agricultura sustentável

Erradicar a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável.

A BASF investe em alta tecnologia na agricultura para garantir tecnologias e soluções para uma produção de alimentos mais segura para as pessoas e o meio ambiente. 

ODS 12: Consumo e produção responsáveis

Garantir padrões de consumo e de produção sustentáveis.

É parte da rotina de trabalho da BASF oferecer treinamentos para funcionários, parceiros e clientes para uma agricultura mais consciente e alinhada a preservação da fauna e da flora.

Last Update 25 de janeiro de 2022